Pseudo-exportações indiretas. Desvio de dinheiro. Esquema de corrupção empresarial para favorecimento de executivos.

Pseudo-exportações indiretas

Cliente. Empresa nacional, líder do mercado na indústria de higiene e limpeza.

Problema. Uma auditoria interna identificou uma série de supostas exportações para países de América do Sul em que houve indícios que as mercadorias não foram efetivamente exportadas, mas foram revendidas ilegalmente no mercado paralelo no Brasil sem o pagamento dos devidos impostos.

Pseudo-exportações indiretas

Solução. A investigação averiguou que durante um período de 02 anos, US$ 3 milhões de produtos foram vendidos para empresas de comercio importação e exportação numa cidade na fronteira entre Brasil e Bolívia com propósito que estes compradores nacionais fizessem a exportação do produto para o exterior. Entretanto, os produtos não foram exportados nem passaram pelas empresas “compradoras” que encontravam-se em situações precárias e carecendo de legalidade. O pagamento ocorreu em dinheiro e a mercadoria foi retirada sem rastro do seu efetivo destino. Wolfe Associates identificou um grupo de funcionários de vários departamentos envolvidos no esquema. Estes funcionários dominavam todo o processo de cadastramento e venda para estes “compradores”.Os principais responsáveis trabalhavam juntos no seu empregador anterior. Foram apurados indícios de má administração e negligência por parte de outros funcionários e executivos não diretamente envolvidos nas operações fraudulentas.O relatório da Wolfe Associates foi base de denúncia ao Ministério Público.

Os nomes dos envolvidos não foram revelados por razões de sigilo. Sua empresa está perdendo dinheiro com transações sem base comercial que beneficiam terceiros e prejudica a empresa?Wolfe Associates pode investigar conduta imprópria de funcionários e terceiros. Nós podemos quantificar os prejuízos causados por incompetência e conduta ilícita, identificar vulnerabilidades nos controles e processos e recomendar contramedidas para correções.